2009-12-29

Laranjas, Gripe, Tosse, Bronquite



Receita para curar a tosse e a bronquite:


1 laranja grande, inteira: com casca.

1 cerveja preta, 330 ml

250 gr de açúcar mascavado

Juntar tudo, levar ao lume e deixar ferver até "cozer" a laranja. Depois tritura-se tudo e vai-se tomando às colheradas (de cada vez que a tose ataca)

Nota:

Por experiência própria posso garantir que resulta, principalmente se, ao mesmo tempo, tomar umas gotas de própolis, para acelerar a cura da inflamação brônquica (bronquite).



Outra receita:



Tratamento de choque para gripe:

Juntar uma colher de sopa de mel ao sumo de 5 laranjas, Amornar (aquecer ligeiramente), e tomar.

Deve tomar-se morno porque a temperatura favorece a actividade do preparado.


Para a gripe também se usa, com excelentes resultados, o sumo feito com laranjas e maçãs (ou os 2 sumos, o de laranja e o de maçã, tomados juntos)


«»«»«»«»«»

APELO!
Atenção às campanhas mais recentes:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
«»«»«»«»«»

2009-12-13

Champôs com LSS, Substância Cancerígena...

Um email com o qual não sei o que fazer...

O texto que reproduzo abaixo foi-me enviado por email, várias vezes; a última em Março deste ano.

Li e tenho tentado encontrar algum champô ou sabão líquido que não contenha esse tal LSS (Sodium Laureth Sulfate). NÃO ENCONTRO NENHUM PRODUTO DESSES SEM ESSA SUBSTÂNCIA, nem mesmo os que são vendidos como "produtos naturais", nem mesmo os que são destinados às crianças...

Na verdade, já usei um champô (que podia ser usado como gel de banho também) muito bom, que não tinha LSS. A sua base lavante era o hidrolisado de seda. Resultado: custava 7 ou 8 vezes mais do que um champô normal... Não é solução, até porque, talvez por isso (o seu elevado custo) já não o encontro à venda!

O que fazer, então, com um email destes? Se alguém souber...

Aqui fica, à vossa consideração, o texto do referido email:

.../...

Verifiquem se, entre os ingredientes do champô que usam, há uma substância chamada 'Lauril Sulfato de Sódio' ou LSS .


Devem procurar o nome do composto em inglês: Sodium Laureth Sulfate nos champôs e sabonetes líquidos (gel de banho)
Esta substância faz parte da composição da maioria dos champôs pois os fabricantes utilizam-na por ela produzir muita espuma a baixo custo. No entanto o LSS é usado para lavar chão de oficinas (é um desengordurante).

Verifiquei que marcas como: VO 5, Palmolive, Paul Michell, Organics, Revlon Flex, Dimension o novo HernoKlorane champô, e muitas, muitas outras, contêm esta substância.
Aos produtos referidos juntam-se o gel de banho da Sanex, os sabonetes líquidos do Carrefour e Feira Nova (produtos brancos) e o shampô da Dove.

Ligou-se para um destes fabricantes e foi-lhes dito que eles estavam a usar uma substância cancerígena. Eles concordaram com a afirmação, mas disseram que não podiam fazer nada pois precisavam dela para produzir espuma.

A pasta dentífrica Colgate (bubbles) também contém LSS.

Várias pesquisas têm mostrado que, nos anos 80, a probabilidade de contrair cancro era de 1 em 8000 e nos anos 90 era de 1 em 3, o que é bastante grave.

Espero que tomem esta advertência com seriedade e a partilhem com as pessoas que conhecem, talvez possamos parar de 'espalhar' por aí o'vírus' do cancro, evitando comprar champôs que contenham o LSS-Lauril Sulfato de Sódio, até que os seus fabricantes tomem a providência de substituir este componente por outro que não prejudique a saúde dos seus consumidores.

Por favor passem esta informação para o maior número possível de pessoas. Isto não se trata duma corrente, mas de uma preocupação com a nossa saúde.'

.../...

APELO!
Atenção às campanhas mais recentes:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa

2009-11-14

Própolis (ou propolis), Uso Medicinal

Própolis. Uso medicinal


(diz-se: O própolis ou A própolis. Entre nós é conhecido como O própolis ou propolis; no Brasil diz-se A própolis)

Própolis é uma substância produzida pelas abelhas maioritariamente formada por ceras e resinas. As abelhas colhem as resinas dos rebentos das plantas. O Própolis resulta da acção da saliva das abelhas sobre essas resinas e é usado para recobrir as entradas das colmeias, onde age como protector contra fungos e bactérias e para proteger do frio.

O própolis tem consistência viscosa e a sua cor, sabor e aroma variam de acordo com sua origem botânica; isto é: com o tipo de flora da zona onde se encontra a colmeia.

Diz-se que o nome desta substância, Própolis, ou Propolis, provem de Pro Pólis a que se atribui o significado: Defesa da população (defesa ou protecção da cidade segundo outras versões)

O (ou a) Própolis tem vindo a ser utilizada, desde a antiguidade, como medicamento popular no tratamento de feridas e infecções. As histórias das medicinas das civilizações Chinesa, Tibetana, Egípcia e também a Greco-Romana são ricas em referências ao Própolis; Todas contêm, nos seus escritos antigos, centenas de receitas onde entram principalmente mel, própolis, larvas de abelhas e, às vezes, as próprias abelhas, para curar ou prevenir enfermidades.

O própolis foi redescoberto recentenmente e reconhecido como um poderoso antibiótico natural, usao para tratar feridas, problemas da boca e garganta



Composição do Própolis

• Resinas vegetais e bálsamos: 50 a 55%

• Cera de abelha: 30%

• Óleos essenciais: 8 a 10%

• Pólen: 5%

Já foram identificados mais de 200 compostos químicos, no própolis. Entre os principais compostos activos podemos citar os compostos flavonóides, ácidos aromáticos, terpenóides, aldeídos, álcoois, ácidos alifáticos e ésteres, aminoácidos, esteróides, açúcares, etc

São encontrados também, na composição química do própolis: vitaminas, antibióticos, enzimas e minerais (alumínio, cálcio, estrôncio, ferro, magnésio, silício, titânio, bromo e zinco).

Propriedades e Aplicação:

• Propriedades

o 1 Antimicrobiana

o 2 Antifúngica

o 3 Antivirótica

o 4 Antiprotozoário

o 5 Bactericida e bacteriostática

o 6 Anestésica

o 7 Antiinflamatória

o 8 Antioxidante[5]

o 9 Estimulante sexual

o 10 Cicatrizante e regeneração de tecidos

o 11 Anti-sépticas e hipotensivas

o 12 Tratamento de gengivites

o 13 Atividade hepatoprotetora e agente anti-úlceras

o 14 Estimuladora do sistema imunológico

o 15 Ação inibidora na multiplicação de células tumorais

. Aplicações

O própolis é muito utilizado como medicamento popular no tratamento de várias enfermidades. Há quem o use principalmente com a função de fortalecer o sistema imunológico, actuando na prevenção — e, em alguns casos, na cura — de diversas doenças. Diversos Estudos comprovam as suas propriedades biológicas e terapêuticas:

• Cura várias infecções como: estomatite, amigdalite, gengivite e hemorróidas.

• Fortalece a acção imunológica dos linfócitos, estimula o organismo enfraquecido e reduz efeitos colaterais de anticancerígenos e radioterapia.

• Previne e trata pneumonia crônica e bronquite infantil.

• Trata queimaduras graves e outras doenças dermatológicas, manchas na pele além de agir sobre o sistema capilar. (pode ser misturado no champô ou condicionador)

• Trata doenças das vias respiratórias e urinárias.

• Age como antioxidante.

• Actua como estimulante natural das defesas. É muito útil para quem sofre de fadiga frequente e baixa imunidade.

• Age como bactericida, cicatrizante e anti-séptico.

• Possui diversas propriedades terapêuticas por acção dos seus flavonóides
A própolis pode ser utilizada na forma líquida (extracto) ou misturado com outros produtos: pomada, etc. Para aplicação tópica. Para a prevenção de doenças e fortalecimento de sistema imunológico é aconselhável tomar de 10 a 15 gotas de extracto de Própolis, diariamente.

Podem colher-se muitos testemunhos que atestam a eficácia do Própolis nas mais variadas utilizações.

Há casos de crianças “sentenciadas” para operar as amígdalas que se curam (e dispensam a operação) quando tratadas com própolis.

Portanto, se for afectado por gripe, bronquite, ou outras doença citada, use própolis.

Um testemunho chegado até aqui através dos comentários:

Meu nome é Luiz Henrique, moro em Itupeva SP. 
Há alguns anos atrás fiquei em uma clínica Naturalista em Jarinú -SP, e entre muitas coisas boas que aprendi lá, tomei conhecimento das qualidades do Própolis. 
Certa ocasião minhas duas filhas ficaram com micose de gato,(manchas na pele em forma de meia lua) diagnosticado pelo médico, após exame de laboratório. 
Mesmo aplicando os cremes caríssimos, receitados pelo médico, durante 2 meses, a micose persistiu. Nesta altura me lembrei que havia aprendido sobre o própolis, comprei um frasco de própolis na farmácia (que custou o equivalente ao preço do tratamento que estávamos fazendo a dividir por cem), e aplicámos nas áreas lesionadas. 
Para nossa alegria, em 15 dias a micose havia desaparecido.
Em outra ocasião, a unha do dedão do meu pé começou a ficar, torta e rachada, fui ao dermatologista, que diagnosticou como sendo micose de unha. 

Receitou um creme, para passar durante 6 meses na unha, por se tratar de uma micose difícil de curar. Cheguei a fazer o orçamento do creme, que era muito caro; então resolvi, antes de comprar o creme, fazer tratamento com própolis, pingando duas gotas na unha duas vezes ao dia

Para minha alegria, em 30 dias a minha unha estava completamente curada. 

Aqui em casa temos usado muito o própolis, tomando também 20 gotas ao dia, e temos disfrutado dos benefícios do mesmo.


Pena que, entre nós, em Portugal, um bom extracto de Própolis custe uma pequena fortuna (mais de 10€ mesmo que não seja de grande qualidade), enquanto que, no Brasil, há excelentes extractos de própolis (eu já usei) que se adquirem por 2,5 reais.

«»«»«»
APELO!
Atenção às campanhas mais recentes:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
«»«»«»

2009-11-13

Hipertrofia da próstata (Prostatite)

Próstata

Este tratamento é eficaz para a hipertrofia e inflamação da próstata, e também para inflamação da vesícula:
Juntar 150g de sementes de abóboras (inteiras, sem descascar)  a 1 litro de água e cozinhar em fogo lento durante 20 min. Deixar arrefecer e colocar numa garrafa ou recipiente de boca larga. Não é necessário coar, pois as sementes ficam no fundo, e podem deitar-se fora no final.
Tomar um pequeno copo (100 ml) desta água três vezes ao dia ou quando houver dores.
Agitar bem antes de tomar.

As sementes de abóbora fazem parte dos remédios naturais mais usados para problemas na prostata, por isso, se você já passou dos 40 anos e se levanta uma ou mais vezes para urinar durante a noite, coma diariamente uma boa pitada de sementes de abóbora. Os resultados são muito bons.
- o chá de uva ursina (ou o extracto) também é muito usado (e eficiente) para os problemas da próstata, bem como o consumo de urtigas.
-Leite de coco também é recomendado (é muito nutritivo) porque ajuda a reverter esses problemas.

Semente de abóbora é excelente para a próstata, pois contém zinco e outras vitaminas.

Nota: O uso continuado de uva ursina pode provocar prisão de ventre.

«»«»«»
APELO!
Atenção às campanhas mais recentes:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
«»«»«»

Alcoolismo

Receita Para Curar o Alcoolismo


Para fazer com que alguém vá deixando gradualmente a dependência da bebida (alcoolismo) até odiá-la por completo, ferva folhas secas de carvalho (três punhados em meio litro de água) e coloque 10 gotas deste cozimento em cada litro de vinho que a pessoa vá consumir. O resultado é surpreendente.


«»«»«»
APELO!
Atenção às campanhas mais recentes:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
«»«»«»

ANEMIA

Anemia


Uma receita:
Misturar sumo (suco) de beterraba vermelha com sumo de toranja vermelha (grapefruit vermelha). Tomar duas colheres de sopa quatro vezes ao dia.

Outra receita:
Ferver, durante 10 minutos, 200 ml de água com um galho de Alecrim (cerca de 5 gr.), tomar um cálice todos os dias em jejum. Guardar no frigorífico (geladeira).
Diz-se que é possível curar qualquer anemia tomando um litro deste chá de alecrim...

Os Agriões são usados, tradicionalmente, desde longa data, para tratar anemia e tuberculose...

O sumo de beterraba vermelha com maçã e cenoura, referido, também é um excelente tramento para anemia

Os vegetais ricos em ferro ajudam, MUITO, na cura da ANEMIA

Vegetais ricos em ferro:

Alface, beterraba, cereais integrais, couve, espinafre, rabanete, tomate e todos os vegetais verdes.

Frutas:

Cerejas, figos, maçãs, pêras, pêssegos e uvas.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

O PERIGO DAS DIOXINAS DO PLÁSTICO

Um email que alterou, radicalmente, os meus hábitos...

DIOXINAS DO PLÁSTICO PASSAM PARA A COMIDA E AFECTAM A NOSSA SAÚDE

O texto que se segue foi-me enviado por email, HÁ MUITO TEMPO e alterou os meus hábitos. A última vez que recebi este texto foi há 3 anos, mas já o tinha recebido antes.

.../...
Os compostos da Dioxina provocam cancro, sobretudo cancro de mama.


Não metas as tuas garrafas (de plástico) de água no frigorífico, porque isto liberta a dioxina do plástico.

O Dr. Edward Fujimoto do Hospital Castle foi entrevistado para a televisão e explicou os aspectos desta ameaça para a saúde. (Ele é gerente do Programa de Bem-estar no hospital.)

Falou da dioxina e de como é perigoso para o homem.

Não devemos usar recipientes nem pratos de plástico para aquecer os nossos alimentos no microondas. Sobretudo, os alimentos que contêm gordura.

A combinação da gordura, a temperaturas elevadas, com o plástico, liberta a dioxina em forma de vapor que se introduz na comida e, em última instância, nas células do nosso corpo.

A dioxina é cancerígena e altamente tóxica para as células do corpo humano.

Recomenda que usemos recipientes e louça de vidro, Pyrex ou cerâmica, para aquecer a comida no microondas. Por isso, os alimentos tipo comidas preparadas e congeladas, sopas instantâneas, etc., têm que ser retiradas da sua embalagem original e aquecer-se noutro tipo de recipiente.

Não é que o papel seja mau, quando se trata de papel, mas não se sabe o que puseram no papel. É mais seguro usar vidro temperado, Pyrex, ou cerâmica.

Recordou-nos que, quando os restaurantes de comida rápida substituíram os seus recipientes de unicel por recipientes de papel, um dos motivos foi este problema da dioxina.

Além disso, tomem nota: Quando se tapa a comida com película aderente, quando está muito quente, o plástico deixa cair verdadeiramente gotas carregadas de toxinas venenosas sobre a comida. Substitui-o por folhas de papel absorvente.

Passa esta informação à tua família, amigos e pessoas conhecidas - todos os que são importantes para ti.

Gonçalo Botelho

Faculdade de Ciências - Universidade de Lisboa

Campo Grande 1749-016 Lisboa
.../...
 
O certo é que, devido a este email, passei a guardar a comida, no frigorífico, em recipientes de vidro ou loiça. A diferença é significativa: a comida mantém o seu sabor (não adquire o "sabor" do plástico) e conserva-se muito mais tempo.
Também guardo a água no frigorífico em garrafa (ou jarro) de vidro. Aliás, sempre detestei o sabor do plástico na água e, por isso, já tinha esse hábito de guardar a água, no frigorífico, em recipiente de vidro... e até prefiro comprar água embalada em garrafa de vidro...
 
O certo é que, depois de adoptar estes cuidados (e de ter abolido os produtos com adoçante - Aspartame) a minha saúde e o aspecto da minha pele melhoraram MUITO.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2009-08-01

Gripe Suina, H1N1, e Tamiflu: Campanha Nazi

COMO PREVENIR A GRIPE SUÍNA

O texto que publico abaixo acerca da Gripe Suína (em que eu não acredito), é a resposta a um comentário publicados (comentário e resposta) no texto Depressões.

O Comentário diz:
Dizer que quando comecei a tomar esses medicamentos alternativos não acreditava em sua eficácia. Mas hoje só faço uso de ervas e não tenho mais depressão.
Gostaria de saber se há alguma erva boa para curar gripe suína. Acabou a depressão mas chegou o pânico. Estou morrendo de medo disso. Podemos usar alguma coisa para ajudar a não complicar.
Obrigada e parabéns por esse blog incrível e útil.

A Resposta:
Há MUITAS coisas que se podem usar para prevenir as gripes, ou para permitr uma cura mais rápida e garantida, INCLUINDO PARA A GRIPE SUINA.
A Gripe Suína, na verdade, é uma campanha de medo e desinformação, de TERROR noticioso, com objectivos perversos ocultos.

É SÓ uma reedição da "famigerada" GRIPE DAS AVES, H5N1, que foi tão magistralmente desmistificada pela Revista "Discovery DSALUD", num dos seus editoriais, publicado há mais de 3 anos...
Daqui por algum tempo inventarão outra coisa qualquer para uma nova Campanha de Medo e Desinformação. É da natureza deles; não conseguem "sobreviver" doutro modo. Até porque alguns, BEM CONHECIDOS, aproveitam-se dessas campanhas para fazer MUITO dinheiro vendendo TAMIFLU, por exemplo. O Tamiflu já matou algumas pessoas.

Portanto, A MEU VER, não há motivos para ter medo da gripe suina, Mais do que doutra gripe qualquer (ou do que doutra doença qualquer)...
Até porque, no que se refere às notícias, QUANDO INTEGRADAS NESTAS CAMPANHAS, absurdas, de medo e desinformação, nunca se sabe o que é verdade ou inventado propositadamente. Inventado, que é como quem diz: deturpado, distorcido, manipulado, empolado, numa palavra: FALSO.

Mas vamos ao que interessa:
Quem quiser prevenir, A SÉRIO, esse tipo de coisas deve fazer e ter sempre à mão tintura de cravinho. No caso de começar a sentir a garganta (ou outro sintoma) toma a tintura.

Há vários tipos de chás que podem ajudar e que estão descritos em: "Gripes e Constipações".

Também se pode tomar própolis (ou propólis), como preventivo ou em caso de "sintomas" de gripe.
O chá de camomila, usado frequentemente, é um outro preventivo excelente, mas há outros, como o de cidreira, por exemplo.
O Uso, frequente, de tomilho e alecrim na cozinha, para temperar, também funcionam bem como preventivos...

É por tudo isto que há algumas pessoas que nunca (ou quase nunca) adoecem... enquanto que outras andam sempre doentes...

Cuidem da vossa saúde e libertem-se das grilhetas da "propaganda nazi".

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2009-07-31

Agressão Policial no Elevador do Tribunal.

Agressão Policial no Elevador do Tribunal

Detida para ir a Tribunal e agredida por 2 polícias dentro do elevador do próprio Tribunal.


Mulher de mais de sessenta anos agredida por 2 polícias no elevador do Tribunal


Actualização em finais de 2011
A Ignomínia, na "justiça" portuguesa, não tem limites
Aos agressores não aconteceu nada. Mas eu fui condenada por ter sido agredida...

Veja o vídeo da entrevista do jornalista Carlos Tomás que está publicado no youtube








Detida Para Ir a Tribunal e AGREDIDA pela Polícia.









Na Foto acima estão UMA das marcas, bem visíveis, da agressão.

Na segunda feira, dia 20/07/2009, cerca das 10H00 da manhã, fui detida por 2 agentes da PSP, da 3ª Divisão de Lisboa (pelo agente Celestino António Pinheiro Fernandes e pelo agente Luís Filipe Lopes Gonçalves), trajando à civil, em cumprimento dum mandato que só me foi entregue mais tarde, na esquadra de Benfica (Lisboa).

Esse mandato foi emitido pela Juíza Marta Maria Gonçalves da Rocha, do 5º Juízo Criminal de Lisboa, sito no Campus da Justiça, na Expo.


“Manda”, esta juíza, “que seja detida e presente a este Tribunal, a pessoa abaixo indicada” (eu).
O mandato especifica ainda:
Tal detenção prolongar-se-á pelo período de tempo estritamente indispensável e que não poderá exceder as 24 horas, para assegurar a sua comparência neste Tribunal, no dia 21-07-2009 às 10H00, a fim de ser ouvida em audiência de julgamento...”
Fui detida à porta do prédio, com roupa que só visto em casa e logo fui impedida de entrar, sequer, para mudar de roupa.
No meio de algumas provocações e insultos, sempre alvo de tratamento incorrecto e gratuitamente arrogante como é apanágio desse tipo de gente SELECCIONADA para estas profissões, fui conduzida à esquadra de Benfica onde foram preenchidos alguns papéis, foi feita a comunicação da minha prisão, para o Tribunal, e dali levaram-me para a enxovia do Governo Civil de Lisboa.
Vi-me privada de sabão para lavar as mãos, de toalha para as limpar, de meios que permitissem, sequer, lavar os pés, de papel higiénico, de escova e pasta de dentes, etc. Até estava impedida de tirar qualquer peça de roupa porque a porta da cela é de grades e, embora aquela seja uma ala de mulheres, estavam constantemente a passar homens. Aliás foi um corropio de homens (de memória conto 6 homens) de serviço àquela cela e até a entrar e a sair a qualquer hora, apesar de todas as outras celas estarem vazias e de haver uma mulher guarda, ao serviço.
No final desse dia, 20/07/2009, vi ser atirada para dentro da mesma cela uma jovem (a Rute), banhada em lágrimas, visivelmente alterada e desesperada, EM RESSACA, que ali ia pernoitar para ser apresentada em Tribunal, no dia seguinte, às 10 da manhã... Devido à ressaca a Rute não parava quieta, batia com a porta e pedia, desesperada, metadona ou qualquer coisa para aliviar. Para substituir pedia cigarros, fumou vários cigarros, e eu sou alérgica ao fumo do tabaco.

Estranhei que a pusessem naquela cela porque, como já referi, todas as outras celas estavam vazias. Depois percebi:
A Rute cumpriu quase 6 anos de prisão duma pena de 8 anos, por agressão com objecto contundente. Aquela gente estava à espera de que a Rute, no seu desespero da ressaca, perdesse o controlo e me agredisse. Teria sido uma noite feliz para eles: lixavam a Rute e eu teria a agressão que me premeditaram.
Não foi assim; a Rute é uma jóia de rapariga, apanhada na engrenagem maldita da delinquência, iniciada por mero acidente...


No dia 21/07/2009, antes das 08H30, ouvi a mulher guarda dizer: “mas são duas mulheres!” em tom que parecia ser de objecção. Logo a seguir entrou um homem pela cela dentro, homem que me pareceu ser o graduado de serviço. Veio mandar que dobrássemos os cobertores e lhos entregássemos porque iamos embora dali a pouco. Quando a Rute perguntou as horas respondeu que eram 8 e vinte e... "ainda falta", disse. Foi o 3º homem que entrou naquela cela, nessa manhã.

Passados poucos minutos veio a mulher guarda dizer-me que saísse. À minha espera tinha 2 gorilas à paisana, agentes da PSP (o agente Celestino António Pinheiro Fernandes que agora se fazia acompanhar pelo agente José Edgar Fonseca Correia).

Esses dois energúmenos ao serviço da Polícia levaram-me de carro, num carro civl e sem identificação, até ao Campus da Justiça, na Expo, onde funciona o 5º Juízo criminal.

Primeiro conduziram-me à esquadra da Polícia que se situa na cave do edifício, onde não cheguei a entrar. Depois, esses mesmos levaram-me até à Secretaria da 1ª Secção do 5º Juízo Criminal onde falaram demoradamente com a escrivã Paula Maria Esteves Soares. Percebi depois que a conversa demorou até aparecer um indivíduo fardado de segurança, que tinha como missão garantir que mais ninguém entrasse no elevador para que os polícias me pudessem agredir à vontade.
A seguir, sem qualquer explicação, agrediram-me arrastaram-me para dentro do elevador apenas porque eu quis saber porque motivo me lavavam novamente, se era ali que eu devia ser apresentada (não era, devia ter sido apresentada na sala de audiências, às 10 horas, mas isso eu não sabia, na altura).

No elevador entrou também o já referido indivíduo vestido de segurança privado, que recebeu um objecto que lhe foi amandado pelo ar, vindo da secretaria do 5º Juízo, e que se colocou à porta do elevador, impedindo que outras pessoas entrassem.
Logo que me apanharam dentro do elevador, um dos gorilas (o José Correia) começou a espancar-me, ao mesmo tempo que se excitava e se satisfazia sexualmente enquanto o outro me segurava, magoando, o braço direito, torcido e assistia à cena porca e vergonhosa.

Eu gritei que me estavam a bater e o escroque que me espancou (o José Correia) troçava dizendo: “bater o quê, qual bater! Aqui ninguém bate em ninguém”,  e batia ainda com mais força, por entre as exclamações de “Amén” e outras expressões que lhe vinham com o orgasmo.

Quase no final da viagem, este energúmeno deu-me uma bofetada, com toda a força, no lado esquerdo da cabeça e o outro (o Celestino Fernandes) aproveitou para me bater no queixo com algum objecto contundente (o crachá? as chaves?) provocando a lesão que se vê na primeira foto e de que ficou um nódulo.


O José Garcia manietou-me o pulso esquerdo de modo a ficar com dedo(s) livres com os quais me foi esfacelando o braço e que provocou a lesão que se vê nesta foto.



Este mesmo energúmeno, o José Garcia, deu-me uma joelhada na anca, do lado esquerdo, provocando esta lesão.

Quando o elevador chegou à cave onde se situa a esquadra, levaram-me para uma cela e eu perguntei pelo chefe. O chefe andava por ali e eu dissse-lhe que queria a identificação do bandido que me agrediu.

Não respondeu, afastaram-se todos para “conferenciar” e, logo a seguir aparece esse mesmo chefe, Rogério Coluna, que abriu a cela e perguntou para outro polícia, disfarçando:

- “É para ir para cima, não é? Já chamaram?”

O outro nem bem respondeu e ele, o chefe Rogério Coluna, agarrou-me pelas roupas com violência, de forma a magoar o mais possível a arrastou-me andando mais depressa do que eu podia andar, até ao elevador.

Mas o elevador onde tinha subido e descido antes não lhe serviu, não lhe agradou; e por isso continuou a arrastar-me pelas escandas fazendo-me subir um lance, entrar por uma porta para um átrio cheio de gente, passando por um porteiro, e apanhar o elevador no rés-do-chão, ao mesmo tempo que ME exibia e se exibia para me humilhar e aterrorizar quem visse, para aterorizar quem viu.

Na altura não percebi com que intenção me fez subir as escadas e rejeitou o elevador, na cave; mais tarde "fez-se luz": aquela subida das escadas era para "justificar" as marcas da agressão com uma queda, nas ditas escadas. Estes "truques" ignóbeis da Polícia já estão tão gastos que até me surpreende que eu não tenha percebido logo...

Entretanto continuou "a viagem", sempre maltratando e ia fazendo “Show” empurrando-me e batendo-me na cabeça para que eu não lhe visse bem a placa que tinha ao peito, com o nome, enquanto dizia para “a Plateia”: - “Vira para lá! É pá frente! Não vai à juíza por quê? Não vai à juíza por quê?”

O elevador voltou a subir até à sdecretaria do 5º juízo; este escroque exibiu-me com as marcas bem visíveis da agressão à escrivã (Paula Maria Soares), perguntou se tinham chamada e, perante a resposta negativa, voltou a arrastar-me para o elevador, para descer, com o mesmo aparato e com os mesmos modos abjectos, voltando a exibir-me para quem estava no rés-do-chão.
Voltou a fechar-me na cela, sempre agredindo e puxando pela roupa de modo a magoar o pescoço que ficou com as marcas.

Passados mais uns quantos minutos, já depois das 10 Horas e portanto com o prazo de prisão ultrapassado, abriram a cela, colocaram-me algemas, o chefe Rogério aproveitou para me dar mais alguns encontrões e fui, pelo meu pé, para a sala de audiências acompanhada por 3 polícias daquela esquadra.

É óbvio que as 2 subidas e descidas anteriores foram formas de violência gratuíta, propositada e desnecessária, que serviram apenas para me molestar e maltratar, para terem oportunidade de me espancar, para violar todos os meus direitos, porque tinham instruções para actuar assim mas também porque esses vermes são mesmo assim: não é possível esperar outra coisa nem comportamentos mais dignos desse tipo de gente. A culpa é de quem os escolhe, os investe das funções que não sabem exercer e lhes garante impunidade para todos os crimes que cometem.

“Isto” são “agentes da autoridade” a quem as leis, feitas por políticos tão bandidos como eles, impõem ao cidadão “obediência” e a quem esses mesmos políticos garantem impunidade para prarticarem todos e quaisquer crimes. E são uma amostra que representa bem o que há por lá. Nem outra coisa seria possível: se estes não fossem a regra mas a excepção, já teriam sido punidos e corridos há muito tempo.
Tenho 60 anos e sou mulher. Imaginem o que não seria se o meu filho, que já estava a telefonar para me localizar, tivesse ido me buscar e me visse naquele estado com o polícia agressor por perto. Os polícias são os piores criminosos! Isto é um descalabro total.

Entrei na sala de audiências ALGEMADA e com as marcas da agressão bem visíveis.
Naquela sala estavam 4 advogados, a escrivâ já referida (Paula Maria Soares?), a juíza autora do mandato de detenção e um MAGISTRADO DO MINISTÉRIO PÚBLICO, para além de cerca de 10 testemunhas.

Tanta gente com responsabilidades mas ninguém fez uma exclamação, referiu o facto, lavrou um protesto, enfim: tomou as providências que se impunham.

Mais grave! Enquanto os polícias me espancavam gritei o mais que pude (no átrio da secretaria do 5º Juízo e no elevador do Tribunal) tendo sido escutada e vista por muitas pessoas.
Quantos magistrados do Ministério Público, quantos Juízes e advogados ouviram e viram fazendo vista grossa?
Essa gente sabe que o que é crime e também sabe que tem o dever de prestar socorro em tais circunstâncias...
Ninguém mexeu uma palha, ninguém interpelou os polícias, NADA...


Os cidadãos não era espectável que interviessem, até por estarem num local daqueles com tanta gente com responsabilidades e conhecimentos, com obrigação de actuar; mas os profissionais da Justiça revelaram bem o que são e o conceito que têm de justiça, a forma como "cumprem" as suas obrigações legais...

Conclusão: estão todos implicados, são todos cúmplices; isto é a justiça PÉRFIDA E MALÉVOLA que temos.


A juíza ainda gozou, quando eu disse que não estava em condições de estar de pé, dizendo que me achava em muito boas condições... Os juízes são outros a quem o cidadão, por lei, deve obediência e respeito; até pode ser preso para “respeitar”; outros que podem fazer tudo e que, por isso, cometem todos os crimes, até crimes inimagináveis como neste caso.

A juíza foi mais longe: ameaçou que me mandava para a prisão logo dali quando eu disse que não podia estar de pé.
Mandava-me para a prisão porque o sr. Magistrado do Ministério Público CERTAMENTE requereria... Pelo meio foi dizendo, como provocação certamente, que eu estava ali para exercer o direito de ser ouvida porque "nós aqui respeitamos os seus direitos", disse olhando para mim e vendo-me naquele estado, COM AS MARCAS DA AGRESSÃO BEM VISÍVEIS.
Fartou-se de gozar, a juíza Marta Maria Gonçalves da Rocha...

E depois, quando eu expliquei os meus motivos de indignação que motivaram a denúncia dos actos torpes de José Maria Martins e que são os fundamentos daquele processo, respondeu que eu iria ver que a liberdade de expressão tem limites.

Assim a juíza afirmou, claramente que, por um lado, o Ministério Público faz o que ela manda e, por outro lado, a sentença já estava “cozinhada”; não importava o que eu dissesse..

Vivi uma situação caricata e surreal, COMO É NORMAL NOS NOSSOS TRIBUNAIS: para exercer o meu direito de ser ouvida mandaram-me prender... e humilhar, e ultrajar, e agredir e molestar. Prefiro não ter o “direito” de ser ouvida.
Para quê? Para dizer o que estava dito e escrito e para sancionar, com a minha presença (ao menos foi forçada e não voluntária) aquela palhaçada em que a sentença está ditada à partida e os julgamentos servem só para esbanjar o nosso dinheiro, para desperdiçar MUITOS meios e para molestar as pessoas?

Disse a Juíza que “A liberdade de expressão tem limites (é assim uma espécie de “Liberdade” amordaçada... pelos juízes)... E quem melhor do que juízes assim com comportamentos destes para definir os limites das nossas liberdades?

O melhor é o cidadão, logo que se levanta, consultar um juíz para saber o que pode fazer e dizer nesse dia, no âmbito da “Sua” Liberdade individual. Indignação? O que é isso? Ninguém tem o direito de se indignar com nada. Os patifes podem fazer tudo às claras e o cidadão tem de “comer e calar”., são os juízes que decidem e pronto.

Enquanto estive naquela sala de audiências estiveram também 3 polícias... a audiência decorreu com a presença de 3 polícias; isto porque eu estava detida, despojada até dos meus pertences que estavam na esquadra.

Saí da sala de audiências acompanhada pelos 3 polícias e permaneci detida até depois das 11 horas da manhã, ultrapassando largamente o prazo máximo de prisão especificado no mandato... Um mandato que previa que o prazo de prisão seria "pelo período de tempo estritamente indispensável" durou mais de 25 horas, para eu estar na sala de audiências menos de 1 hora... e já depois de expirando o prazo máximo de prisão que esse mesmo mandato especificava.  É Obra!


É só mais uma violação das leis e regras especificadas no Mandato elaborado pela escrivã Paula Maria Soares e assinado pela Juíza Marta Maria Gonçalves da Rocha. Este tipo de gente é assim mesmo: têm de violar as leis para se sentirem alguém, para testarem a sua impunidade, para afirmarem claramente que as leis não se lhes aplicam, que não têm de cumprir leis por que eles são "a lei" (da selva).

Estamos a viver, realmente, a mais cruel das tiranias.

O resto eu conto noutra altura.
Apenas referir que é um Processo que tem que ver com o PROCESSO CASA PIA, que o “queixoso” é José Maria Martins que não gostou de ter sido denunciado à ordem dos Advogados. É o Processo nº 13158/04.OTDLSB.

Em contrapartida veja-se o que escreve, sem qualquer justificação, o próprio José Maria Martins, num outro processo, injuriando e difamando, gratuitamente, repetindo as mentiras do Processo Casa Pia, mentiras que ele próprio promoveu, neste outro processo, a acção cível onde ele pedia uma indemnização... isto que ele escreve sim, é difamação, injúria e calúnia, propositada e gratuíta... mas ninguém o puniu por isso.



Nota: Um mês depois desta detenção e agressão, voltei a ser presa, num acto de puro terrorismo, quer para mim quer para os meus familiares.
A História Está Relatada AQUI

O Ponto da situação encontra-se neste texto...

E a actualização, em finais de 2011, pode ser vista AQUI


ESTE TEXTO está PUBLICADO EM:
-- PAPALVOS
-- Sol - Blogues
-- REMÉDIOS CASEIROS
-- Poemas e Pensamentos ao Acaso
-- O Arquivo
-- Desigualdade de Direitos


«»«»«»«»«»
APELO!
Atenção às campanhas mais recentes:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
--- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
(Nota: Alguns dos sites "linkados" começaram por boicotar a petição impedindo as pessoas de assinar e, mais recentemente, suprimiram a página com as assinaturas. Apenas "Gopetition" se mantém acessível sempre)
«»«»
-- Denúncia de Agressão Policial
--- Com actualizações AQUI e AQUI
«»«»
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
«»«»«»«»«»

2009-05-11

TRATAMENTO DOS DIABETES

Tratamento dos diabetes!

Os diabetes são devidos ao excesso de glicose ou açúcar (glicémia) no sangue e aparecem por deficiência de funcionamento do Pâncreas; ou então devido a excessos e desequilíbrios alimentares.

"Dizem" que o chá de folha de maracujá silvestre é excelente tratamento para os diabetes.
A dosagem do chá deve ser controlada, juntamente com a dieta, para evitar queda acentuada do açúcar. Com o uso deste chá não se aconselha grande rigor na dieta. Cada um deve aprender a "dosear" o seu tratamento, controlando os efeitos.
Nas ervanárias, a folha de maracujá é designada como "passiflora", que também é excelente como calmante, sendo usada pelas pessoas que reagem mal à valeriana.

No Brasil, há quem use a casca do maracujá torrada e moída, espalhada sobre a comida, para não ter de fazer dieta para os diabetes.

A carqueja e o fel-da-terra (entre MUITAS outras) também são plantas indicadas para o tratamento dos diabetes.
De facto, há muitas plantas indicadas para o tratamento dos diabetes, como por exemplo: mirtilo (ou arando, ou arândalo), Alecrim, ginseng, Cavalinha, Copalchi, etc.
Diz-se que o uso de chá de flor de carqueja, tomado insistentemente, cura os diabetes recuperando completamente e função pancreática.

Um testemunho:
Tenho diabetes tipo dois, tomo metformina 850mg, mais fico mal do estomago, passei a tomar glibenclamida piorou pois além dos tremores me causa uma fome terrível acabei voltando para metformina, até que me disseram que o chá de quina baixava os níveis de glicemia, e não é que deu resultado, além de diminuir a vontade de comer doces?

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2009-05-06

"Remover" Abcessos!

"Remover" Abcessos!

Para "limpar" abcessos, ou furúnculos, aplicam-se umas gotas de tintura de raiz de alteia. Basta aplicar uma ou duas gotas, directamente sobre o abcesso ou furúnculo, várias vezes ao dia e ir "drenando" o pus antes de cada aplicação.

A tintura de raiz de alteia é muito fácil de preparar. Basta colocar um pacote de raiz de alteia num frasco e juntar álcool etílico, (que se compra nas farmácias ou em super-mercados), até cobrir as raizes.
Ao fim de algumas horas (de um dia para o outro) esta tintura está pronta a usar, mas fica mais forte passados vários dias. Pode guardar-se durante muito tempo, sem qualquer problema.

Se pretender diluir a tintura, (para outros fins: para tomar para a tosse, p. ex.) pode juntar água apropriada ou adicionar a um chá ou sumo.

A tintura de cravinho também pode ser usada para limpar abcessos ou furúnculos, aplicando do mesmo modo.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2009-05-05

Remover Quistos

Remover Quistos!

Este preparado (ou um muito semelhante, em base sólida), que descrevo a seguir, é conhecido e usado, como remédio caseiro, desde há longa data, na região dos Pirinéus!
Destina-se ao tratamento (remoção) de quistos, varizes, contusões, hematomas e hemorróidas…

Nota: Neste preparado não se devem usar, antes ou depois, quaisquer utensílios metálicos.
Preparação:
Num recipiente não metálico, juntar 14 (catorze) dentes de alho e um decilitro de azeite e colocar em lume brando, até ao alhos evidenciarem estar “cozidos” (mirrados). Os alhos juntam-se inteiros, sem descascar; até para cumprir a recomendação de não usar utensílios metálicos.

Depois de frio, basta aplicar o óleo nas áreas a tratar, uma ou duas vezes ao dia, com leve massagem circular. A massagem deve fazer-se durante vários minutos.
O Tratamento pode ser usado mesmo em quistos não superficiais.
Este preparado também é eficiente para tratar sarna.

CURA DO ALHO - Uma Receita obtida através dos comentários:

AI VAI UMA RECEITA. É bom para tudo:
1 litro de água, 30 dentes de alho, 3 limões picados.
Bater no liquificador tudo misturado e colocar numa panela de esmalte (ou em utensílio não metálico).
LEVAR AO FOGO MAS NÃO DEIXAR FERVER, GUARDAR NUMA GARRAFA NA GELADEIRA.TOMAR UM CÁLICE EM JEJUM.

Todavia, o alho, quando usado internamente, é:
"Contra-indicado para pessoas com problemas estomacais e de úlceras, inconveniente para recém-nascidos e mães em amamentação e em pessoas com dermatites. Em doses muito elevadas, pode provocar dor de cabeça, de estômago, dos rins e até tonturas".

Atenção:
Sempre que se recomenda a não utilização de utensílios metálicos, essa recomendação deve ser seguida com rigor, porque existe o risco de formação de compostos (com os produtos activos e os elementos metálicos), que tanto podem anular a eficiência do produto, como podem ser tóxicos.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

Tratamentos Usados para Micoses



Tratamentos Usados para Micoses.
Este texto destina-se a descrever alguns tratamentos eficientes para micoses.
A descrição de “micose”, os seus diferentes tipos, as formas de contágio, ou de como aparecem, e os cuidados genéricos a ter para as evitar ou beneficiar o tratamento existem, profusamente, por aí na NET.

Resumidamente: micose é provocada por um fungo. Existe uma enorme variedade de fungos e de micoses que podem afectar a pele, as unhas e também internamente.
Todas as pessoas estão expostas aos fungos, mas só em condições “favoráveis” eles se instalam. Daqui decorre que tem de haver alguma “fragilidade” do indivíduo (fragilidade de imunidade – é muito comum nos diabéticos), ou favorecimento ambiental, para apanhar micose.
As micoses gostam de calor e humidade, por isso devem manter-se o mais secas possível as partes afectadas com micose e não usar roupas sintéticas, calçado de borracha e/ou apertado…

TRATAMENTO:
A cura completa das micoses é demorada. Há que ter paciência e persistência e tem de se continuar o tratamento por algum tempo, depois da micose desaparecer, para evitar recaídas.

O cravinho, ou cravo da Índia (que os espanhóis designam “Clavo”), cuja designação científica é “eugenia caryophyllata (Thumb)” é um excelente tratamento para todas as afecções ou infecções, inclusive da pele e também para micoses, de todo o tipo.
Todavia, dependendo do tipo de micose, pode haver outros tratamentos naturais com melhores resultados, como este: Manchas na Pele; ou este: Com a Folha de Mandioca.

Cravinho é um condimento, de sabor intenso, que se usa para cozinhar, nos enchidos, produtos de fumeiro, etc.
Pode adquirir-se em qualquer supermercado, na respectiva secção de Especiarias.
Para estes tratamentos é preferível adquirir o cravinho em grão, mas também serve moido.

Um dos possíveis tratamentos para micoses faz-se do seguinte modo:
Coloca-se uma colher de sopa de cravinho num recipiente de vidro próprio para ir ao lume (pyrex) e junta-se azeite. Aquecer em banho-maria sem tapar, por alguns minutos. A seguir tapa-se o recipiente e deixa-se arrefecer. Depois usa-se o azeite para aplicar nas zonas afectadas.

Também se pode preparar tintura de cravinho, já descrita noutro artigo. Para tratar as partes afectadas misturam-se umas gotas desta tintura (duas ou três gotas, ou mais conforme a área a tratar) num bom creme ou óleo e aplica-se. Igualmente se pode aplicar a tintura, directamente na área a tratar (incluí as unhas) e depois aplicar um bom creme ou óleo, para hidratar e ajudar a pele a recuperar. Por isso a conveniência de usar a mistura com azeite…

A tintura pode ser usada internamente, misturando duas ou três gotas em água, sumo de maçã, ou chá…
Se se preferir, pode-se aquecer ligeiramente a água com as gotas de tintura, ou misturar em chá quente, para evaporar o álcool... No entanto, para adultos, estas quantidades de álcool não têm a menor hipótese de prejudicar.
Fazer os tratamentos duas ou três vezes ao dia, conforme as possibilidades. Mesmo que os tratamentos não sejam muito regulares, nem diários, os resultados aparecerão, desde que se persista.

Outros tratamentos que costumam ser aconselhados para curar micoses:
Fazer uma infusão forte com alecrim, arruda, eucalipto, folha de nogueira, alfazema, alho, juntando vários ou todos estes ingredientes. Lava-se, demoradamente, ou aplicam-se pachos, nas partes afectadas.
Se for nas mãos ou nos pés mergulham-se na infusão e mantem-se durante 10 ou quinze minutos, ou mais se for possível.
Quando se usa eucalipto pode-se juntar uma colher de vinagre, para intensificar o efeito, imediatamente antes de aplicar.
Depois da aplicação da infusão deve-se usar um bom creme ou pomada.
Devem preferir-se os cremes que contenham aloé (babosa), ou arnica, ou calêndula, ou jojoba, melissa.
Também se podem fazer tratamentos aplicando aloé, directamente (qualquer espécie de aloé). Abre-se o aloé e coloca-se um pedaço, com a parte interna em contacto com a área afectada, fixando com uma compressa ou penso e deixa-se durante a noite. Este tratamento serve também para remover calos e calosidades, incluindo calos moles, internos…
Tomar aloé é sempre recomendável e benéfico em quaisquer casos de problemas de pele a afins

Há vários outros produtos que se diz serem eficientes no tratamento de micoses.
São eles:
Copaíba (cápsulas para uso interno)
Sabonete de Aroeira
Candeia (Eremanthus Erythropappus)
Tintura de Mostarda
Óleo de Rícino
Tintura de iodo

Há pesoas que têm uma "fé inabalável" no uso de essência (perfume) de alfazema (lavanda), cujo uso continuado garantem ser suficiente para resolver este tipo de problemas... nem que seja ao fim de longos meses... Têm uma vantagem: cheiram bem!

Há muitos tratamentos por onde escolher. Por isso, em caso de micose, não deixe de consultar o seu médico dermatologistas, escutar os conselhos dele, mas, se os tratamentos falharem… CUIDE VOCÊ DA SUA SAÚDE.
Evite tomar os medicamentos mais comuns que são usados para estes casos, porque fazem mais mal do que bem.
Se for o caso (se lhos receitarem), exija conhecer, com detalhe, o que vai tomar, bem como todos os efeitos secundários confirmados e possíveis. É um direito seu!
Nalguns casos estes produtos dificultam a cura, porque, fazendo mal ao organismo, prejudicam a recuperação e saúde dos tecidos, logo, a sua capacidade de imunidade às afecções.

É bom e recomendável evitar abusar de alimentação “pesada”, porque as toxinas que ingerimos são eliminadas também pela pele e podem favorecer estes e outros tipos de afecções, para além de prejudicarem a cura.
Não esqueça de persistir nos tratamentos até depois de curar.
Mude de tratamento, se preferir, mas não desista.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2009-05-03

TRATAR QUEIMADURAS

TRATAR QUEIMADURAS


Copiado de Conticasos; Como Tratar Queimaduras

Num curso de "AGENTE DE SAÚDE COMUNITÁRIA" ensinaram que, na hora da queimadura, seja lá a extensão que for, a primeira providência é colocar a parte afectada debaixo de água fria corrente até que o calor diminua e pare de queimar muitas camadas de pele e, depois, passar clara de ovo, levemente batida, só para que seja mais fácil de aplicar.
Uma pessoa queimou grande parte das mãos ao deixar cair água a ferver da cafeteira. Colocou a mão debaixo da torneira bastante tempo, para tirar o calor e a violenta dor inicial. Então, abriu 2 ovos e separou as claras, bateu um pouco, e ficou com a mão na clara.
A mão estava tão queimada que, assim que ela colocava a clara em cima, secava e ficava uma película chamada colagénio natural. Ficou algum tempo a colocar camadas de claras de ovo na mão. À tarde, não sentiu mais dor e, no dia seguinte, apenas havia a marca vermelha arroxeada onde se tinha queimado.
Depois de 10 dias não havia nenhuma marca da queimadura. Nem a cor da pele mudou. Aquela parte queimada foi totalmente recuperada pelo colagénio existente na clara de ovos que, na verdade é uma placenta e é cheia de vitaminas.

Divulgue esta mensagem, pois sempre existe alguém que pode precisar !!...

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

Problemas Gastrointestinais!

Problemas Gastrointestinais!
O "tratamento" que se segue recomenda-se, principalmente, às crianças.
Para o tratamento de gastroenterites deve-se fazer um sumo de beterraba vermelha, maçã reineta e cenoura. Pode fazer-se na proporção de um para um.
O ingrediente principal é a beterraba vermelha. Mas o sumo, assim confeccionado, fica muito agradável e é uma excelente ajuda em qualquer problema gastrointestinal (e não só)! Se se pretender alterar, ligeiramente, o sabor, pode-se juntar umas gotas de sumo de limão.
O Sumo deve fazer-se numa centrifugadora.
Pode ser guardado no frigorífico de um dia para o outro, sem problema.
Pode fazer-se para dois dias.
Este sumo pode curar uma gastroenterite duma criança, em minutos.
E acaba com os incómodos (dores), da colite, no mesmo momento em que se toma.
Constatei vários casos de crianças que estavam completamente prostradas, com este tipo de problemas, que obtiveram melhoras em pouco tempo (minutos, poucos minutos).
Nos adultos é mais difícil comprovar os efeitos, porque são muito desleixados nos seus próprios tratamentos. Não adoptam estas recomendações.
Para mim tem sido excelente, o uso deste sumo, não apenas para problemas digestivos. Não esquecer que a beterraba vermelha é referenciada como sendo um excelente tratamento para tumores malignos. Conheço uma pessoa que diz ter-se curado com "doses industriais", usadas durante algum tempo.
Além disso, este sumo é muito nutritivo, pelo que resolve as preocupações com a falta de apetite dos doentes.
O uso do sumo não invalida as restantes recomendações aplicáveis a estes casos.
Os diabéticos devem ter especial cuidado, porque o sumo é naturalmente doce!

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

Miopia!

2005-09-11
Miopia!"Dizem" que a aplicação de uma gota de óleo de gérmen de trigo, enriquecido com vitamina A, nos olhos, com regularidade, faz regredir os sintomas de miopia, especialmente nas crianças!

Se não for possível obter o óleo enriquecido com vitamina A, pode-se usar cápsulas de óleo de gérmen de trigo e cápsulas de óleo de cenoura (que se usam para tomar), romper as cápsulas e aplicar, alternadamente ou em conjunto. (o que sobra das cápsulas pode-se tomar, porque é sempre "útil").
O tratamento deve ser feito à noite, antes de dormir, porque a presença do óleo, na vista, pode turvar a visão, durante o dia. Não arde nem incomoda!
Mesmo sem miopia, aconselha-se a aplicação das gotas de óleo de gérmen de trigo, a todas as pessoas que necessitem de hidratação na vista, especialmente as que usam lentes de contacto.

rajodoas disse...
Pois neste área posso dar uma achega.
Efectivamente quando sinto alguma perturbação de perda de visão, recorro imediatamente à ingestão por alguns dias de cápsulas de cenoura concentrada e a melhoria visual regista-se logo a seguir.
Foi recentemente divulgado e julgo tal informação ter consistência: o elevado colesterol contribui significativamente para a cegueira, segundo um estudo realizado.
Contrariamente ao que muito gente pensa os produtos como a cenoura, alho, cebola etc. depois de cozinhados perdem as suas propriedades terapêuticas, pelo que é um erro as pessoas julgarem que o facto de ingerirem estes antioxidantes e vitaminas, cozinhadaslhes produz o mesmo efeito na sua saúde.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

Herpes Labial


Herpes Labial

Para o herpes labial há quem diga que o extrato de calêndula é excelente; também a aplicação de Aloé ou Babosa é recomendada por algumas pessoas.
Há quem diga que secou as bolhinhas passando Água Oxigenada 10 volumes (ou 3% de peróxido de hidrogénio); dizem que arde mas seca de um dia para o outro.
A serralha e a toranja, por exemplo, também são usadas para tratamento do Herpes Labial

Eu, da última vez que tive, curei em 2 dias aplicando, logo que apareceu, umas gotinhas de TINTURA DE AGULHAS DE PINHEIRO. Não doeu, não inchou, não alastrou, nem chegou a ganhar bolhinhas.Se for herpes mesmo, é o melhor que já usei. Se não for herpes não resulta tão espectacularmente.
Há outras feridinhas que aparecem nos lábios, devidas a problemas emocionais e outros que não são herpes. Também já tive dessas.
Via de regra, as crises são desencadeadas por alimentação que "cai mal", ajudada pelo estado emocional. Nesses casos há que cuidar da alimentação e fazer uns chazinhos calmantes.

Há alguns cuidados que se podem ter com a alimentação que previnem as criese de herpes labial (ou genital).
Antigamente eu tinha herpes labial uma ou duas vezes por ano. Agora chego a passar 3 ou 4 anos, ou mais, sem uma única crise.
A Alfalfa, por exemplo, é referida como inibindo o herpes, mas não é a única planta que tem esse efeito.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2009-04-30

PSORÍASE.

Psoríase!
Demorei mais tempo a dar esta resposta porque sempre ouvi dizer que a psoríase é das doenças de pele mais desagradáveis e desesperantes, por causa das dificuldades no tratamento, pelo incómodo e devido ao aspecto.

A psoríase é descrita assim:
A psoríase é uma doença inflamatória da pele, benigna, crónica, relacionada com a transmissão genética e que necessita de factores desencadeantes para o seu aparecimento.
São três os factores desencadeantes, referenciados:
-- Stress
-- Alimentação
-- Medicamentos.
Associando isto tudo e traduzindo-o em linguagem corrente, poderemos dizer que existe uma redução das capacidades de defesa, cuja dificuldade de resposta, do organismo, se manifesta com a psoríase, por “indicação” da informação genética. Portanto, estaríamos a falar de factores que fragilizam, por provocarem carências a que o respectivo organismo (aqui entra a informação genética) não consegue responder adequadamente. Isto pode induzir um ciclo vicioso, estilo “bola de neve” de difícil solução.
A psoríase é descrita como sendo provocada por um aumento da velocidade de renovação das células da pele, com o afloramento à superfície, de células das camadas inferiores, a um ritmo dez vezes superior ao normal.
Apesar de todas estas explicações, não existem descrições das causas. Isto é: ninguém identificou o que provoca este transtorno, qual o facto que faz com que as células sejam solicitadas tão rapidamente.
Uma hipótese de resposta seria a existência de deficiências, que “danifiquem” (por ausência de algum elemento essencial) a pele e façam aflorar as células novas porque aquelas 'já não servem'.

Das descrições e prescrições pode-se perceber que as “deficiências”, embora provocando o mesmo efeito, variam de pessoa para pessoa; visto que os tratamentos que resultam também são específicos, para cada pessoa.

Acho que esta introdução já deve ter permitido perceber as dificuldades que são sempre referenciadas por quem lida com este tipo de problemas.

Todavia e porque, como dizia a minha avozinha: "Todos é que sabem tudo", aqui fica, antes de mais, a receita da Lulu, que chegou até aqui através dos comentários:

Receita para Psoríase
"Para a psoríase encontrei um bom remédio caseiro, muito simples de fazer e miraculoso:
Usa-se "pingo de porco" (banha de porco) sem sal, junta-se uma boa mão cheia de urtigas frescas e deixa-se ferver 15 a 20 minutos. Deixar arrefecer um pouco (para não se queimar) e coar usando um pano fino e ralo. Rejeitar as urtigas. Guardar em frasco de vidro (p. ex. frasco de compota, ou outro).
Esfregar com essa pomada as zonas afectadas com psoríase.
Jà sofria há mais de 30 anos e ficava cada vez pior com os remédios de farmácia. Usei este remedio caseiro, 3 meses  e já passou.
Espero que tenham bom resultado!


Os nossos agradecimentos À Lulu.


Voltando ao caso concreto que motivou este texto, devido à idade (que implica uma maior dificuldade na regeneração da pele) haverá que ser ainda mais persistente na busca do melhor tratamento.
Há recomendações básicas que podem e devem ser tidas em conta, podendo ser muito úteis na identificação do tratamento, uma vez que estamos na área dos produtos naturais, de cujos se espera (e se costumam obter) melhores e mais eficientes resultados do que com os produtos farmacêuticos, neste tipo de casos.

As recomendações básicas são:
Manter uma boa hidratação da pele;
identificar e evitar os factores que provocam as crises.
O sol (sobretudo os UVs) ajudam no tratamento, podendo expor-se apenas as partes a tratar.
Tanto neste caso, como na perda de malanina, há medicamentos que, comprovadamente, podem provocar este tipo de problemas. Até há casos de tratamentos, inclusive para problemas emocionais, que produziam estes efeitos secundários. Se assim for, a primeira medida será substituir esses medicamentos por produtos naturais, sem o que não haverá tratamento que resulte...

Na área dos tratamentos naturais, costumam-se recomendar os depurativos, como base de qualquer tratamento de pele; isto porque as toxinas têm um efeito fundamental na existência e persistência destas doenças.
Entre as plantas referenciadas como tendo efeito específico nos problemas de pele, temos:
-- a bardana;
-- a salsaparrilha;
-- a urtiga;
-- a nogueira;
Também existem, nas ervanárias, misturas adequadas como depurativas ou mesmo para problemas da pele.
O bom funcionamento do aparelho digestivo, do fígado, etc. é muito importante.
O bom estado da flora intestinal também.
Tomar uma chávena de chá para os nervos, de vez em quando é muito recomendável…

Também as recomendações feitas para a perda de melanina têm aqui cabimento, na medida em que podem ajudar a suprir “as deficiências” e a fornecer condições para o bom estado da pele.
O amigo Raul sugeriu o Aloé que também é muito recomendável, quer tomado quer aplicado. A saúde da pele melhora muito.
O sumo de beterraba, sendo muito nutriente e com excelente efeito sobre o aparelho digestivo, também pode e deve ser usado. Até porque a adopção duma dieta adequada (identificando e suprimindo os alimentos que agravam as crises) é imprescindível, podendo os sumos serem usados para substituir ou complementar refeições mais leves.

Para aplicação tópica, recomenda-se a adição de óleo de gérmen de trigo ao creme (ou pomada) utilizados, para reforçar a hidratação e nos casos em que se adopte a exposição ao sol, imediatamente antes.
Para evitar a comichão, o melhor tratamento que conheço é adicionar, ao creme ou pomada, duas gotas de essência de Niaouli. Como é um produto que não se encontra com facilidade, pode ser substituído por essência de cravinho, ou por tintura de cravinho (preparada em casa), se não for possível comprar algum dos óleos essenciais. Basta uma ou duas gotas, misturadas no creme ou pomada.
A preparação da tintura de cravinho é igual à preparação de qualquer tintura e está descrita neste texto.O Zimbro (em pomada) é muito eficiente no tratamento de psoríase e eqzema.
A alfazema também é referenciada como muito útil para os problemas de pele, podendo fazer-se lavagens demoradas com a respectiva infusão. Também se podem ferver várias plantas, tais como: eucalipto, alecrim, malvas, etc e aplicar em pachos. A seguir, deve-se sempre renovar a hidratação, com um creme ou pomada apropriados, de preferência com o reforço do óleo de gérmen de trigo.
As deficiências que podem provocar a psoríase, tanto podem ser vitamínicas, de amino-ácidos, como de oligoelementos. Por isso se aconselha a toma de levedura de cerveja (não activa, se for necessário, ou por precaução), porque reúne muitos elementos que podem ser importantes. Além disso, o complexo B também é importante para evitar acidentes vasculares, porque reforça a resistência das veias.
Espero que as sugestões possam ajudar…

Uma das várias receitas deixadas nos comentários:

Olá!
Eu tinha psoríase em várias partes do corpo.  Comecei a usar a babosa com vaselina líquida. Mistura-se e passa-se no local onde há psoríase.
Há outra receita que melhora muito: é a maçã do algodão. Antes do algodão abrir ele dá um fruto que faz lembrar um figo. Rala-se esse fruto, depois mistura-se com vaselina liquida e passa-se na psoríase.
No meu caso ninguém diz que eu já tive psoríase.
Dizem que pode voltar mas já faz mais de 4 anos e, graças a Deus, não voltou.
O fruto do algodão tem que estar verde.
Eu sempre aplicava na hora de dormir ou quando estava em casa.
Sorte para mim, resolveu!
Não sei se, para outras pessoas, pode ter o mesmo resultado, mas eu também não sabia que ia dar certo porque minha avó, quando eu era pequena, usava esses tratamentos em pessoas que tinham  psoríase. Eu passei a fazer e para mim deu certo.


Outra receita deixada mais recentemente nos comentários:

"Eu me curei fazendo compressas com argila e óleo de copaíba sobre o local e tomando dia e noite o chá de "pega pinto"... joga no google q vc acha qual é! cura mesmo!!! "

Imagem de "Pega Pinto", ou Solidônia, que tem o nome científico (Boerhavia paniculata Rich), imagem colhida no texto linkadao aí mesmo em cima... Peço desculpa ao autor, mas é por uma boa causa...



«»«»«»«»«»
APELO!
Atenção às campanhas mais recentes:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»

2009-04-27

Tratar Manchas na Pele - (Micose)


Tratar Manchas na Pele - (Micose)





No meu caso eram umas manchas esbranquiçadas pequenas rugosas,.
Bem! Como me deram esta receita queria partilhar com vocês todos pois para mim foi de muita utilidade.

A receita abaixo já me foi dada há mais de 20 anos. As percentagens têm de ser cumpridas à risca. Deve aplicar-se duas vezes por dia SÓ NA ZONA AFECTADA. Irá ganhar crosta branca, que vai cair e desaparece a mancha, em poucos dias.

-- 50 gramas de álcool puro.
-- 50 gramas de vaselina liquida.
-- 25 gramas de acido silicilico
.

Misturar tudo num frasco e passar nas manchas.

Eu (conticasos), na altura, mandei preparar a mistura numa drogaria mas, neste momento, acho melhor mandar fazer numa farmácia.

Conticasos:
"Espero ter ajudado, se quiserem depois deixar opinião agradeço assim como se alguém souber de remédios caseiros, hoje em dia muito úteis, pois não podemos deixar desaparecer, enviem para o meu e-mail para eu publicar. Obrigado."


Um comentário que pode ter sido considerado Spam (pelo blogger) e ter sido eliminado. Ficou na minha caixa de correio mas não publica...

Usei 20 gotas de Butox (usado para animais) no shampoo (mesmo princípio ativo do escabin) e sabonete escabin.
Sumiu tudo: manchas brancas, escuras, amareladas, coceiras, feridas.
Isto depois de dez anos de dermatologistas. Resultado destes dez anos: tratando depressão há 5 anos..... Estou com 60 anos. 
Nem compaixão tiveram de mim.
Boa sorte a todos. 

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2009-04-21

Inflamações dos olhos!

2005-09-11
Inflamações dos olhos!
O melhor tratamento para as inflamações da vista, é aplicar uma gota de sumo (suco) de limão em cada olho!
O sumo (suco) de limão, quando aplicado na vista, arde! Por isso, aconselha-se ter à mão um leque, para abanar, porque alivia o incómodo. Mas a vista fica limpa, na generalidade dos casos, com uma única aplicação.
Pode ser usado em qualquer idade, mesmo em bebés, se necessário. O sumo de limão também alivia a sensação de "ter areia". Além disso, contém vitamina C, que é excelente para manter a integridade do cristalino.

Outra receita obtida, através dos comentários, por gentileza de Maria Luiza Marcondes

Para conjutivite "brava"o bom é ARRUDA.
PROCEDIMENTO:
FERVER 1/2 LITRO DE ÀGUA E QUANDO ESTIVER EM EBULIÇÃO JOGUE + OU - 30 FOLHINHAS (10 GALHINHOS) DE ARRUDA. DEIXE FERVER + OU - 1 MINUTO.
APAGUE O LUME E DEIXE ARREFECER (ESFRIAR) E DEPOIS LAVE OS SEUS OLHOS COM ESSE CHÁ.
É UMA MARAVILHA.

ESTOU ENSINANDO PORQUE JÁ FUI CURADA DESTA MANEIRA.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

Artroses, Reumático, Ciática.

2007-05-05
Artroses, Reumático, Ciática.

Geralmente, os anti-inflamatórios usados para o reumático e para as artroses aliviam a dor ciática.
Digo "aliviam", porque ajudam a combater a inflamação, mas se a dor for originada por hérnia a questão é um pouco mais complicada.
Há muitas plantas que podem ser usadas como anti-inflamatórias e que resultam muito bem no reumatismo ou artroses.
Quando se trata deste tipo de problemas a que mais se usa é o harpago, ou hárpago, ou garra do diabo.

Mas também se podem usar: flor de carqueja, freixo, ulmária (rainha dos prados), jasmim, dente de leão, urtiga, salgueiro branco (chorão branco), zimbro...

Deve-se sempre juntar, a estes chás (escolher duas ou três plantas) um pouco de cavalinha (erva pinheira), equisetum arvense, porque é reminalizante e diurética.
O chá rooibos também tem estas propriedades...

É aconselhável fazer, ao mesmo tempo, um reforço de magnésio, de vitamina D3 e de cálcio. Existem produtos com todos estes elementos, o que facilita.

Há quem diga que a vitamina B12 é imprescindível, nestes casos, sobretudo na ciática, e dá excelentes resultados. Porém, tratando-se de hérnia (como é muito frequente) um bom colchão é essencial para obter quaisquer melhoras. É preferível a ausência de colchão a um mau colchão, mole, ou em mau estado.

«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2009-04-19

Buchinha do Norte - Emergência.


BUCHINHA DO NORTE - EMERGÊNCIA



Este texto foi inspirado pela seguinte frase inserida na linha de busca: Tomei a Buchinha do Norte e agora não páro de vomitar. O que fazer?

Deve começar a tomar, imediatamente, o carvão vegetal activado. É um medicamento de venda livre que se compra em Farmácias, qualquer Farmácia, e lojas afins. Usa-se para diarreia e gases intestinais. Pode ter outro nome.

Se não acha o carvão vegetal activado use carvão mesmo: faça uma pasta com farinha e água, esmague o carvão ou moa no moinho das especiarias (o equivalente a um comprimido dos mais pequenos) enrole com a pasta de farinha e engula.

Se está na fase de vomitar tudo, coloque uma colher de sobremesa de água oxigenada num copo de água e beba 4 a 5 goles de cada vez. Se vomitar, melhor; volta a beber do copo de água com água oxigenada. Quanto mais vomitar menor é a hipótese de lhe fazer mal.
Depois beba pequenas quantidades de leite e comece a tomar o carvão vegetal activado.
Deve tomar durante alguns dias, seguindo as indicações da embalagem.

Se estiver grávida e abortar, previna-se para hemorragias. Deve ter à mão cavalinha (erva para chá), que tem o nome científico: equisetum arvense e ajuda a parar a hemorragia. Também deve prevenir-se com um bom tratamento para anemia. Ajuda no caso de hemorragia e evita as piores consequências.

Tenha em conta que a buchinha fica a fazer efeito no organismo durante 48 horas ou mais. Por isso não facilite no tratamento lá porque não se sente muito mal. A situação ainda pode piorar e vale mais prevenir. Nada do que aqui é indicado lhe pode fazer mal, mesmo que tome sem necessitar.
Se a situação piorar muito e tudo isto não for suficiente, vá ao hospital. Se chatearem demasiado, mande-os catarem-se e diga que fui eu que disse.

Há 2 textos sobre a buchinha, neste site:

-- Buchinha do Norte - Como Usar



-- Buchinha do Norte - Comentários
Deve lê-los com atenção antes de voltar a tomar a buchinha, se for caso disso.



E divulgue estas regras básicas para que outras pessoas não repitam o mesmo erro: usar a buchinha em dose perigosa.

APELO!
Atenção às campanhas mais recentes:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa