2008-04-14

URTIGAS


Há muitas pessoas que têm problemas de saúde e têm este remédio à mão, as urtigas, mas que as arrancam e deitam fora, continuando a sofrer.
Também há pessoas esclarecidas que não desprezam (nem dispensam) um esparregadinho de urtigas ou, simplesmente, juntá-las na sopa, ou cozinhá-las com outras verduras.
As urtigas têm má fama e são chatas de manipular porque provocam irritação na pele, ao contacto. Mas esse efeito desaparece quando cozidas (que é a forma mais comum de serem usadas). Usando luvas já não há problema.

Vejamos os benefícios que se podem colher do consumo de urtigas.

Propriedades medicinais:

Adstringente, anti radicais livres, anti-seborreica, anti anémica, anti séptica, anti escorbútica, antioxidante, bactericida, depurativa, estimulante, hemostática, hipoglicemiante, revitalizante, revulsiva, tónica, vasoconstritora, tonificante capilar e das unhas.
As urtigas são muito usadas, em fitoterapia, para tratamento de TODOS os problemas de pele e não só.



Indicações: Anemia, asma, afecções brônquicas (dos brônquios), infecções da boca e faringe, caspa, queda e crescimento dos cabelos, brilho (vida) dos cabelos e pele, eczema, cravos, espinhas, feridas, sardas (pano), úlceras da pele, manchas, queimaduras solares e outras, outras erupções cutâneas, ácido úrico, ciática, gota, reumatismo (dor do), problemas sanguíneos: de circulação e outros, depurativa do sangue, anti hemorrágica, diarreia, diabetes, problemas digestivos, úlceras do aparelho digestivo, prostatites (hiperplasia benigna), problemas das vias urinárias…

As urtigas podem ser usadas para fazer esparregado, na sopa, ou simplesmente cozidas. Também se podem deixar secar, triturar e juntar na alimentação ou para fazer um chá, fervendo um pouco e tomando sem coar.
A dose média, para tratamento, é de cerca de 6 a 10 gr por dia, quando se usam urtigas secas.
Se as urtigas forem frescas podem exceder-se as 100 gr diárias.




As urtigas são referidas como sendo contra indicadas para grávidas e pessoas com edemas de origem cardíaca ou devidos a problemas renais (dos rins)…
E, obviamente, se houver intolerância gástrica que se manifesta através de náuseas e vómitos.

Usar água de urtigas para combater os pulgões das plantas: colocar 100 gr de urtigas frescas, ou 20 gr de urtigas secas em um litro de água e mexer de vez em quando. Borrifar as plantas com essa água passados dois dias.
Portanto, podem me mandar "às urtigas" (com luvas) que eu não me importo.






«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»

2008-04-08

O ALECRIM Como Remédio Caseiro.

O Alecrim!

PORMENOR DAS FOLHAS E TRONCO DO ALECRIM




Todos sabem usar ginseng; para que serve o ginseng; as inúmeras vantagens do ginseng.
O que muita gente não saberá, por certo, é que o Alecrim faz exactamente os mesmos efeitos, com inúmeras vantagens, a começar pelas vantagens económicas:
- Um pacote de ginseng, para chá, custa cerca de 5 euros; um pacote de alecrim custa menos de um euro e rende, pelo menos, quatro ou cinco vezes mais.Tal como o ginseng, o alecrim também faz aumentar a tensão arterial (embora sejam mais frequentes os casos de taquicardia relacionados com o ginseng).

O Alecrim tem aplicações muito vastas: USA-SE para as afecções dos rins, calculoses, vómitos, indigestões, vertigens e tonturas, reumatismo, anemia, sistema imunitário, diarreia, epilepsia, vesícula, MEMÓRIA, cansaço, etc.;
É anti-séptico; usa-se, em lavagens, para problemas de pele (juntamente com outras plantas) e usa-se também como tónico capilar e, juntamente com a salva, para combater a caspa;

Tal como o ginseng, é estimulante, favorece a actividade mental (memória), tónico cardíaco, para problemas de hipotensão (pressão baixa) mas também se usa para os nervos, stress, ansiedade.
Nos melhores tratamentos para os nervos e o stress usam-se estimulantes, de manhã e calmantes, ao fim da tarde…

O uso popular consagra o ALECRIM como remédio infalível para curar anemias, assim:
Receita: colher um galho de Alecrim, juntar a um copo de água (cerca de 200 ml) e deixar ferver durante 5 a 10 minutos, em lume brando. Deixar descansar por 10 minuto, coar e beber meio cálice, todas as manhãs, em jejum, mantendo em frigorífico (geladeira).
"Dizem" que, repetindo este tratamento 5 vezes (cerca de 1 litro de chá) se consegue curar qualquer anemia, por mais rebelde que seja.

Alecrim (rosmarinus officinalis)

Tratamento (testado) para Tonturas e Sequelas de Derrames
Preparar um chá com:
· Uma colher de chá de erva-doce
· Uma colher de chá de alecrim
· Três cravinhos ou cravos da Índia, sem cabeça
Tomar à noite antes de dormir.

O Alecrim pode ainda ser usado como tónico capilar e para a caspa: fazer um chá bem forte com Alecrim e Salva e juntar ao champô, na proporção de um quarto de chá para um frasco de champô. Ou então preparar uma tintura de Alecrim e juntar 10 ou 15 ml ao champô.

O Alecrim parece ter a particularidade de "sintonizar" o nosso sistema imunológico, adequando as resposta às "solicitações" do organismo, pelo que tem excelentes resultados nas doenças auto-imunes.
Nota:
Para tornar o chá de Alecrim menos desagradável pode-se juntar, sempre, um pouco de erva doce… O chá com estas duas plantas é óptimo também para combater o mau hálito, mas não aconselhável a hipertensos…

Mas o Alecrim pode também ser usado como condimento para temperar carne (de coelho ou outra), para juntar a batatas, arroz, etc. contribuindo para melhorar muito a saúde e a tranquilidade de quem o usa.


A planta que aparece aqui em primeiro plano também é Alecrim em flor. Este cresce rasteiro, em moita... Aqui está pendente dum muro. 


«»«»«»«»
APELO!
Participação Cívica e Direitos Fundamentais:
-- Petição Para Valoração da Abstenção
-- Assine a petição AQUI, ou AQUI ou AQUI, ou AQUI, ou AQUI
-- Denúncia de Agressão Policial
-- Petição contra os Crimes no Canil Municipal de Lisboa
»»»»»»